segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Esporte - Super Bowl XLIV a magnífica história do Saints

07 de fevereiro de 2010 será lembrado para sempre na história do esporte americano como o dia em que o New Orleans Saints consagrou sua reestruturação. O time de Nova Orleans foi campeão do Super Bowl XLIV em cima do favorito Indianapolis Colts, vencendo por um placar de 31 a 17.

A história do time da Louisiana é sensacional. Vou resumi-la: no dia 25 de agosto de 2005, a cidade de Nova Orleans começava a ser evacuada devido a chegada do furacão Katrina na região. Nos dias seguintes, mais de 80% da cidade ficou em baixo d'água, e 1 milhão de pessoas foram atingidas, de alguma forma, pelo furacão na região. O Super Dome, o magnífico estádio do Saints, além de sofrer as consequências do furacão, transformou-se numa casa para milhares de desabrigados. Impedido de poder jogar e treinar no seu estádio, naquele ano, o time do Saints foi obrigado a mandar seus jogos em San Antonio, Texas, Nova York, e outras cidades. Saldo da temporada: 3 vitórias e 13 derrotas, um time fraco, uma cidade devastada. Os presidentes do Saints, à época, negociavam uma mudança do time, cogitavam sair de New Orleans. Mas então, por uma sucessão de acontecimentos, eles decidiram ficar. E entrar para a história.




Imagens da cidade de New Orleans e do Louisiana Superdome, em setembro de 2005. O estádio virou abrigo para pelo menos 18mil pessoas que perderam tudo com o Katrina. (Créditos: Google Images).

No ano seguinte, o time contratou o Quarterback Drew Brees (dispensado e desacreditado do San Diego Chargers) e o Head Coach Sean Payton, além de draftar os importantes Roman Harper, Reggie Bush e Marques Colston, todos fundamentais nas temporadas do Saints desde então. O Superdome foi reconstruído, e o time voltou a sua casa em 25 de setembro de 2006. Nesse ano, o time obteve uma temporada de 10 vitórias e se classificou para os playoffs, pela segunda vez na sua história de mais de 40 anos. Com o poderoso ataque aéreo de Brees e cia, o Saints chegou à decisão da NFC (Conferência Nacional do Football, um jogo antes do Superbowl). Veio a derrota para o Chicago Bears, mas a reação do time de Nova Orleans era realmente incrível.


Performance das bandas Green Day e U2 no Superdome, no pré-jogo entre New Orleans Saints e Atlanta Falcons (o primeiro depois da tragédia).


O majestoso Lousiana Superdome, depois de reformado após o Katrina. (Google Images)

Três anos depois, o Saints volta aos playoffs da NFL, e escreve a história do esporte sensacional que é o futebol americano. Ganhando de três quarterbacks que estão entre os melhores da história da liga (Kurt Warner, Brett Favre e Peyton Manning), o Saints venceu e levou o Superbowl XLIV para New Orleans - a cidade ainda precisa de ajuda, é verdade - mas é evidente que o New Orleans Saints é a pedra fundamental da recuperação daquela cidade.

Sean Payton e Drew Brees levam o Vince Lombardi, muito merecidamente. (Reuters)

4 comentários:

  1. Belo texto pea!!!

    O super bowl foi alucinante... A história desse time é incrível!

    Parabéns aos Saints. Fiquei orgulhoso assistindo o super bowl, e vendo aquele time, que eram de perdedores, se tornarem campeões. Era como se eu tivesse assistindo a uma final do meu time do coração.

    ResponderExcluir
  2. O Super Bowl é simplesmente sensacional!

    Parabéns aos Saints.
    E a voce pelo blog.


    Abraço,

    ResponderExcluir
  3. Muito obrigado pelos comentários e pelo apoio! hah

    O que o Duda falou é verdade: desde que comecei a acompanhar o Football, sou New England Patriots, por vários motivos. Mas assistir o Saints ganhar esse SB foi realmente incrível... eu penso que, no final, eles mereciam hehe.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Thanks for sharing your info. I really appreciate your efforts and I will be waiting for your further write ups thanks once again.
    Psy Wonderful Pistachios Super Bowl commercial 2013| Super Bowl 2013

    ResponderExcluir